Vestido de noiva: como escolher? Comprar ou alugar?

Escrito por: - Publicado em: 20/10/2016

Muitas mulheres sonham com o dia do seu casamento, planejam para que tudo saia perfeito, porém até o momento de subir ao altar, muita coisa precisa ser escolhida. Dentre os muitos detalhes que devem ser acertados está o vestido de noiva. Difícil encontrar alguma menina que nunca tenha sonhado com seu vestido de noiva, não é mesmo?

 

E as que não sonharam, quando são pedidas em casamento, com certeza, pensam em seguida “qual vestido vou usar?”. E claro, que algumas dicas ajudam, e muito, na hora de escolher o vestido ideal para a noiva.

 

→ O casamento será de dia ou à noite? Cerimônias diurnas são mais leves, pedem modelos menos formais e chamativos, sem muito volume. Cerimônias noturnas proporcionam maior flexibilidade e é possível usar modelos mais ousados com caudas, volume, brilhos e bordados.

 

→ Qual será o tipo de festa? Se a festa for mais “chique”, o vestido de noiva precisa estar à altura, tendo um bom tecido, um corte interessante e botões de pérolas ou pedras swarovsky que dão um charme todo especial. Em festas mais simples, a noiva pode optar por modelos mais lisos, sem bordados na saia ou brilhos e deixar todo o diferencial nas costas, com algum detalhe em renda, ou uma transparência.

 

Leia também: 6 questões importantes sobre dinheiro e casamento

 

→ Qual o seu tipo de corpo? Algumas vezes, dá aquele decepção de querer muito um vestido de um determinado modelo, mas quando é colocado no corpo, ele não se adapta. Mulheres mais magras podem optar por vestidos mais justo (como o corte sereia, por exemplo), mas sem exagero, ok? Mulheres mais cheinhas também podem usar modelos justos, porém com cuidado. Uma dica bacana é usar um modelo que marque a cintura e a partir daí comece a ficar mais largo (como o corte princesa, por exemplo). Modelos com manguinhas são sempre mais elegantes e charmosos para mulheres não tão magras.

 

→ Você é uma noiva indecisa? Busque referências. Faça uma pastinha com todas as suas referências. Quando for sair em busca do seu vestido, tenha fotos que resumam o conceito do vestido que procura.

 

→ Tenha foco! Se você provar muitos modelos pode acabar ficando ainda mais confusa. Então, se está em dúvida no tipo de corte, prove um modelo de cada e perceba o que valoriza mais o seu corpo e depois passe a fazer provas e escolhas dentro dessa categoria.

 

→ Leve pouca gente com você para escolher o vestido. Muitas opiniões podem deixar você insegura. As mães adoram participar desse momento.

 

→ O vestido está confortável? Estilistas e costureiras adoram a frase “noiva não respira”. Mas, respira sim! Tenha em mente que é o dia mais importante da sua vida e você precisar se divertir e dançar muito, portanto o seu vestido deverá ser confortável.

 

→ Determine um orçamento para o vestido. Tenha em mente quanto quer e pode gastar no vestido.

 

Existem duas formas de adquirir o vestido. Além da indecisão quanto ao modelo, você precisará decidir entre alugar ou comprar. Entenda as diferenças e saiba qual a melhor opção para você.

 

→ No aluguel normal, você escolhe um vestido que já foi utilizado uma ou mais vezes e ele é ajustado às suas medidas. Costuma ser mais barato que o primeiro aluguel.

 

→ No primeiro aluguel, o vestido nunca foi usado e está disponível para aluguel. Por nunca ter sido usado antes, o custo costuma ser um pouco mais caro que o aluguel normal, mas ainda assim é mais barato do que comprar um novo.

 

→ Se você não é uma noiva do tipo apegada, não tem preferência por guardar o vestido para sempre e somente as fotos são o suficiente para a recordação, opte por uma das duas opções acima.

 

→ Na compra, o(a) estilista fará um vestido sob medida para você do jeitinho que você quiser, de acordo com os seus gostos e preferências. Ou até mesmo, a compra de um modelo pronto. Muitas vezes o valor compensa, e você pode até mesmo pensar em vendê-lo depois.

 

→ Se você tiver a intenção de guardar o vestido com recordação, se souber como conserva-lo e tiver espaço e, ainda, se o orçamento permitir o custeio da confecção, opte por comprar.

 

Por fim, lembre-se que independente de comprar ou alugar, o seu vestido precisa ter a sua cara e você precisa se sentir a noiva mais linda do mundo nele. Aproveite cada segundo e cada detalhe desse sonho.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Consumo responsável: o que considerar
Por Central do Evento
Dicas de planejamento financeiro para viajar
Por Meu Patrimônio
O brasileiro e sua relação emocional com as finanças
Por Meu Patrimônio
3 dicas de mudança de comportamento para iniciar uma educação financeira
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).