Vai casar? Saiba como planejar as despesas do casamento.

Escrito por: - Publicado em: 02/12/2013

Não são poucas as mulheres que, desde crianças, sonham com o dia do seu casamento. O cenário imaginado é digno de um conto de fadas: um vestido belíssimo, um local espetacular e uma decoração de tirar o fôlego. Na hora de idealizar, é tudo muito bonito e fácil, não é mesmo?

 

O planejamento de um casamento, no entanto, não pode considerar apenas os desejos e sonhos dos noivos. Mesmo que seja realizada de forma simples, a cerimônia demanda inúmeros gastos, o que exige uma boa organização por parte do casal. Caso ela não exista, o que era para ser uma data especial se transforma em um pesadelo de investimentos mal planejados – e prejuízos.

 

Confira as dicas que selecionamos para planejar financeiramente o seu casamento e fugir do risco do vermelho!

Invista em uma assessoria

Muitos noivos não têm tempo – ou mesmo jeito – para tomar as rédeas da organização do casório. Se este for o caso, prepare-se para investir, cerca de um ano antes da data marcada para o casamento, em uma assessoria especializada. O investimento varia de acordo com o pacote oferecido pela empresa, que pode ir desde a organização integral do evento a apenas uma parte dele, como recepção ou celebração religiosa. É preciso, é claro, avaliar se contratar uma assessoria é realmente a melhor escolha para sua situação. Em muitas das vezes, uma ajuda especializada pode auxiliar, inclusive, a gastar apenas o possível, não extrapolando as contas.

Cerimônia e a recepção: fique atento aos locais

Vai casar na igreja? Ou fará uma celebração ecumênica, em uma tenda na praia? Independentemente da sua opção, é preciso ter em mente as despesas com o local em que será realizado seu casamento. Se optar pela dobradinha “igreja + recepção”, esteja preparado para arcar com os custos dos dois lugares. Outro lembrete importante: os locais mais concorridos e famosos das cidades têm agendas cheias e, financeiramente, valem o quanto pesam em fama.

De olho nos fornecedores

Músicos, florista, fotógrafo, decorador, cabeleireiro, maquiador e empresa de aluguel de carro: estes são alguns dos principais fornecedores necessários para o seu casamento. Como já dissemos, ainda que sua ideia seja fazer o evento mais simples possível, esteja preparado para gastar mais que o desejado. Por este motivo é tão importante que, aproximadamente dez meses antes do casório, você solicite orçamentos e coloque os valores na sua planilha de planejamento

Gastos com o bufê

Muitos locais para recepção incluem o serviço de bufê no valor do aluguel. Se este não for seu caso, lembre-se de contar com este item – essencial para o sucesso de qualquer festa – no seu orçamento. A maioria dos bufês cobra por pessoa, então a conta final depende do número de convidados e dos pratos e bebidas escolhidos. Algumas bebidas alcoólicas não estão incluídas no valor do bufê. Fique atento.

O bolo e os docinhos da festa também são itens que podem ou não estar inclusos no serviço. Se não estiverem, saiba que eles também são pontos importantes para constar na sua planilha.

Detalhes importantes: os custos dos trajes, acessórios e buquês

Enquanto a grande maioria dos noivos opta pelo aluguel do traje, as noivas normalmente gostam de uma peça para chamar de sua. Um ponto importante: quanto mais exclusivo for o vestido, mais caro o seu preço. Pesquise!

Os trajes das damas de honra e pajens (se o casamento for contar com estes integrantes), assim como os buquês necessários e os demais acessórios não são detalhes que você “pode deixar para a última hora”. A despesa com estas peças é bastante significativa. Conte com ela desde o começo!

Os custos com os convites: programe-se

Não se esqueça de reservar a quantia referente aos convites e ao serviço de caligrafia. Pense também se gostaria de enviar um “Save the Date” impresso para seus convidados. Espécie de pré-convite, ele é enviado de 4 a 6 meses antes do evento para que seus amigos e familiares se programem para a data.

As famosas lembrancinhas: mais gastos

As lembrancinhas do seu casamento (muitas vezes são utilizados os doces “bem-casados”) são outro item que certamente consta na planilha de qualquer casamento. Calcule a quantidade necessária e preveja no orçamento um valor para uma quantidade extra, caso seja preciso.

Como você pode ver, são muitas as despesas com a ocasião! Cerca de um ano antes da cerimônia, prepare-se para fazer uma reserva financeira para o evento. O cálculo do seu orçamento deve considerar quais são os recursos disponíveis (sua renda, a renda do seu noivo (a), e, se for o caso, dos seus pais e futuros sogros). É importante estabelecer também uma meta de poupança mensal para os gastos com a festa. Se, após fazer os cálculos, você chegar à conclusão de que não pode arcar com os custos, considere fazer uma celebração apenas para os amigos mais íntimos ou até mesmo usar os recursos para uma viagem de curta duração. Mais que promover um evento grandioso, o importante é começar a vida a dois sem estourar o orçamento! Gostou das dicas? Não esqueça de assinar nossa newsletter e deixar seu comentário!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 formas de ganhar dinheiro em 2022
Por Central do Evento
32 gastos que dão direito à restituição do imposto de renda
Por Central do Evento
Consumo responsável: o que considerar
Por Central do Evento
4 dicas para tirar as metas financeiras do papel em 2022
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).