Recebeu renda extra? Saiba o que fazer com o dinheiro

Escrito por: - Publicado em: 22/12/2015

Contar com uma renda regular para cobrir as despesas mensais é ótimo e nos ajuda a manter o controle sobre o orçamento. Porém, isso também faz com que muita gente fique um pouco indecisa quando surge uma renda extra. Algumas se empolgam e se descontrolam, fazendo gastos desnecessários. Outras se esquecem de que, por maior que seja a quantia, essa renda extra também é limitada, e contraem dívidas por todos os lados, transformando em dor de cabeça o que poderia ser a oportunidade de conquistar mais tranquilidade.

 

Muita gente, inclusive, já perdeu grandes fortunas exatamente por não saber o que fazer com o dinheiro a mais. Para que esse não seja o seu caso, confira nosso artigo e veja algumas dicas para aproveitar ao máximo qualquer renda extra que entrar no seu bolso!

 

Ganhadores da loteria

 

Na década de 1970, a Loteria Esportiva fez novos milionários no Brasil que, sem nenhum preparo para cuidar das próprias finanças, acabaram perdendo tudo. Um deles, o datilógrafo carioca Eduardo Varela, o Dudu da Loteca, ganhou um prêmio equivalente a cerca de R$ 20 milhões em valores atuais, mas foi à falência em menos de dez anos. Por outro lado, o boiadeiro goiano Miron Vieira de Souza, ganhador da loteria em 1975, soube investir de maneira correta e até hoje a família dele vive dos rendimentos do prêmio.

 

O que fazer com o dinheiro

 

É normal que as pessoas queiram usar o dinheiro extra para realizar antigos sonhos de consumo, da mesma forma que todos nós temos a facilidade de nos adaptarmos a situações mais confortáveis. Porém, é preciso ter atenção e não deixar que essas alternativas consumam todo o recurso ou que criem novas despesas, transformando o benefício em um problema. O melhor para quem recebe um extra e deseja uma situação financeira tranquila é economizar a maior parte.

 

Renda extra eventual

 

Para definir o quanto essa maior parte representa, é preciso distinguir se a renda extra é eventual ou se ela é constante. Se for um bônus no trabalho, por exemplo, é uma renda eventual, que não se repetirá regularmente nos meses seguintes. Nesse caso, o ideal é que entre 80% e 90% do dinheiro extra seja economizado.

 

Renda extra constante

 

Já se a renda extra for fruto de uma nova atividade paralela ao seu emprego ou com um aumento salarial, por exemplo, teremos uma renda extra constante, que deve servir para suprir a pelo menos três demandas: recomposição das perdas da renda habitual com a inflação, incremento do estilo de vida e aumento da poupança.

 

Para calcular a recomposição salarial, considere como “inflação pessoal” a elevação das suas despesas pessoais em determinado período. Então, se o aumento salarial foi de 20% e sua inflação pessoal foi de 5% no período entre o aumento recebido e o momento em que o salário anterior foi estabelecido, então, de fato, houve uma elevação real do seu salário de 15%, uma vez que os outros 5% serviram apenas para recompor a perda salarial.

 

Em seguida, é claro, o aumento na renda deve servir para melhorar o seu estilo de vida — o que também deve ser a meta de quem trabalha. É preciso lembrar que a renda extra real foi de apenas 15%. Portanto, o ideal é investir a metade do extra, ou seja, 7,5%, na melhoria da qualidade de vida e os outros 7,5% devem ser economizados.

 

Como economizar?

 

As possibilidades para a economia da renda extra, seja ela eventual ou constante, são várias. Você pode optar pelo investimento mais conservador, que é a poupança, que oferece baixo risco e rentabilidade proporcional. Existem também os fundos de investimento em ações, que oferecem possibilidades de rentabilidade maior, mas que implicam em riscos maiores. Contudo, um bom fundo de investimento, administrado por quem entende do ramo pode ser uma alternativa interessante para a aplicação do seu dinheiro. Avalie outras modalidades também para que o seu dinheiro seja guardado, corrigido e que renda juros.

 

Oportunidades

 

Além disso, é preciso ficar atento para as oportunidades que podem surgir junto com a renda extra. Uma boa oferta no mercado imobiliário, devidamente analisada e comparada com outras ofertas similares, pode servir para a aplicação de quantias extras ainda maiores. O dinheiro também pode ser investido em um negócio próprio que você já tenha, melhorando a capacidade de produção, de atendimento ou o capital de giro, conforme a necessidade de cada empreendimento. Você tem, ainda, a oportunidade de investir em um curso de formação ou de capacitação melhorando a sua qualificação profissional e criando possibilidades para um futuro melhor.

 

Contudo, é sempre bom ficar de olho nas oportunidades que podem parecer interessantes à primeira vista, mas que, na verdade, podem ser uma péssima ideia. Investir em um ramo de negócio sobre o qual você não tem o mínimo conhecimento, por exemplo, pode ser o caminho mais curto para perder o seu dinheiro!

 

Ainda tem dúvidas sobre o que fazer com a renda extra? Tem outras dicas legais para compartilhar? Deixe aqui o seu comentário e teremos prazer em ajudar!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

7 dicas para ensinar educação financeira para as crianças
Por Central do Evento
É possível tirar os juros de uma dívida?
Por Central do Evento
5 formas de ganhar dinheiro em 2022
Por Central do Evento
32 gastos que dão direito à restituição do imposto de renda
Por Central do Evento
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).