O que é e como fazer uma faxina financeira no início do ano?

Escrito por: - Publicado em: 13/01/2022

Por Patrícia Carvalho.

 

Se dezembro é o mês marcado pelas compras de fim de ano, férias e gastos extras, janeiro é quando as contas chegam e, junto com elas, a oportunidade de fazer uma faxina financeira e colocar “ordem na casa” pelo resto do ano.

 

Não à toa, a organização financeira costuma estar entre as resoluções de Ano Novo para boa parte das pessoas. Fato é que atingir metas financeiras está longe de ser impossível, mas requer planejamento.

 

A seguir, entenda o conceito de faxina financeira e aprenda a fazê-la em poucos passos.

 

O que é faxina financeira?

 

De forma análoga às faxinas de ambientes, que tem o intuito de remover a sujeira e arrumar um determinado espaço, a faxina financeira serve para tirar os excessos de gastos que afetam a saúde econômica e, assim, organizar as finanças.

 

O ato de faxinar no âmbito financeiro permite que haja sobra de dinheiro para atingir objetivos, realizar sonhos e trabalhar para a independência ou estabilidade econômica no futuro. Daí a importância de aplicá-la.

 

Como fazer uma faxina financeira?

 

Confira 5 dicas para fazer uma faxina financeira e começar 2022 com o pé direito:

 

1- Anote todos os ganhos e gastos

 

A primeira dica pode até soar clichê, mas é de extrema importância. Só é possível limpar aquilo que se sabe que está sujo. 

 

Portanto, é necessário anotar todos os ganhos e gastos dos últimos meses. Isso permitirá ter uma visão macro de quanto está entrando e saindo por mês.

 

Os registros podem ser feitos em uma planilha, no computador, ou até mesmo em papel. Atenção: no caso de faturas de cartão de crédito, vale anotar todos os itens da fatura, o que ajudará a compreender o que está por trás da cobrança final.

 

Sem as anotações, fica inviável seguir a próxima dica.

 

2- Classifique suas dívidas

 

Registrar é crucial, mas não é suficiente: também é fundamental dividir os gastos por categoria (alimentação, saúde, educação, moradia e transporte, por exemplo) para conseguir obter, além de uma perspectiva macro, os detalhes a respeito dos gastos.

 

Categorizar as dívidas facilita o processo de identificação das categorias com maior peso no orçamento. A categorização é uma ótima aliada para entender como a inflação pessoal te impacta, isto é, como o aumento de preços afeta o seu bolso, especificamente. 

 

Afinal de contas, o aumento de preços de determinados bens e produtos é sentido de forma diferente por cada pessoa. Se o preço da conta de luz e da gasolina aumentam, uma pessoa que trabalha fora não verá tanta diferença nos gastos com energia elétrica, justamente por ficar um bom tempo fora de casa. No entanto, por precisar se locomover, ela sentirá os efeitos do aumento do preço do combustível.

 

Aproveite o momento de classificação das contas para diferenciar os gastos essenciais dos secundários. A prestação do aluguel, por exemplo, é uma dívida prioritária, uma vez que o valor é fixo e com graves consequências caso deixe de ser quitado. Já gastos com lazer, como idas a restaurantes, podem ser considerados secundários.

 

3- Livre-se das contas

 

Embora o termo “livra-se” possa transmitir a ideia de que é uma etapa simples, na realidade, esta fase da faxina financeira exige maior atenção.

 

Isso porque há diferentes tipos de dívidas e cada uma delas requer uma solução diferente. 

 

Como mencionado no tópico anterior, há gastos essenciais e secundários. Entenda em qual deles as dívidas estão concentradas.

 

Extrapolou nas idas ao restaurante, pedidos por aplicativos ou nas compras no cartão? Que tal colocar um limite por mês para essas categorias, de modo que o orçamento mensal não seja comprometido?

 

Agora, se o problema maior está nas despesas básicas, uma saída é buscar moradia com preços mais em conta, considerar a troca de carro por um mais barato e migrar para um plano ou operadora de internet com valores mais acessíveis, por exemplo.

 

Como existem dívidas que não podem ser simplesmente “cortadas”, tais como o financiamento imobiliário, vale dar preferência para o pagamento daquelas que possuem os juros mais altos e tentar renegociações.

 

4- Estabeleça objetivos

 

Depois que a faxina financeira estiver feita, as dívidas quitadas e os gastos estiverem abaixo dos ganhos, é o momento de criar metas.

 

Coloque no papel o seu objetivo que pode ser adquirir um imóvel, um automóvel, investir em uma formação, em ações, criar uma reserva de emergência ou até mesmo um fundo para aposentadoria

 

Em seguida, veja qual será o valor dessa meta e quanto é possível poupar de dinheiro ao mês para alcançá-la.

 

É perfeitamente possível ter mais de um objetivo ao mesmo tempo. Nesse caso, distribuir o valor a ser poupado entre as metas pode ajudar a tocá-los. Uma pessoa que queira comprar uma casa e trocar um eletrodoméstico, por exemplo, e possa guardar R$ 150,00 por mês, pode guardar R$ 100,00 para o primeiro objetivo, de longo prazo e com valor bem mais elevado, e R$ 50,00 para o segundo, que será concretizado em poucos meses.

 

5- Policie seus comportamentos

 

Com a vida financeira em ordem, os esforços devem se voltar para manter as finanças em dia.

 

Mantenha o hábito de anotar ganhos e gastos mensais, a fim de saber para onde seu dinheiro está indo e identificar despesas extras assim que elas surgem.

 

É comum que o desejo de obter um produto, bem ou serviço surja no meio do caminho. Mas antes de efetivar a compra, é válido se questionar se há uma real necessidade, se o gasto comprometeria o orçamento e se está relacionado aos objetivos financeiros.

 

Respondê-las pode evitar compras por impulso e contribuir para um consumo mais consciente e uma vida financeira saudável.

 

Estas foram as 5 dicas para você fazer a faxina financeira e deixar as finanças em ordem. Gostou das sugestões? Aproveite e compartilhe este conteúdo.

 

Por Patrícia Carvalho – Jornalista formada pelo Mackenzie. Acredita no potencial da comunicação em levar o conhecimento adiante. Após escrever sobre educação, moda e tecnologia, hoje produz conteúdos sobre finanças na bxblue – fintech de empréstimo consignado online, para que a educação financeira alcance cada vez mais pessoas.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Como fazer uma lavanderia bonita e barata? Confira 5 dicas infalíveis
Por Central do Evento
É possível tirar os juros de uma dívida?
Por Central do Evento
5 formas de ganhar dinheiro em 2022
Por Central do Evento
Consumo responsável: o que considerar
Por Central do Evento
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).