Fazer dieta é caro?

Escrito por: - Publicado em: 20/10/2015

Primeiro vem a decisão de fazer a dieta, depois a ida ao supermercado seguida do susto com os preços de alguns produtos que constam no cardápio da reeducação alimentar: biscoitos sem glúten, produtos zero açúcar e castanhas são alguns dos itens que elevam o valor da compra. Mas saiba que é possível perder alguns quilos por meio de uma alimentação saudável e balanceada incluindo no carrinho frutas, verduras, legumes, carnes magras, cereais integrais e laticínios.

 

Fazer dieta não é sinônimo de gastar dinheiro para criar pratos elaborados com itens caros e difíceis de encontrar. Trata-se de uma combinação de disciplina e força de vontade. O segredo para a dieta econômica é consumir alimentos naturais e ainda apostar nas substituições, como, por exemplo, trocar peixes caros como o salmão e o atum, por espécies mais em conta, como a merluza e o cação.

 

Está pensando em fazer uma reeducação alimentar, mas tem medo de que pese no bolso? Neste artigo, vamos trazer algumas dicas que comprovam que fazer dieta não é nada caro. Confira!

 

Frutas

 

  • Dê preferência às frutas da estação: além de serem mais saborosas, são saudáveis e mais baratas. No inverno, por exemplo, é possível economizar comprando abacaxi, kiwi, maçã e pêra;
  • Organize-se para ir à feira ou ao supermercado uma vez por semana, pois as frutas, verduras e legumes estragam mais rápido;
  • Comprar frutas e verduras nas feiras livres podem gerar uma economia de até 50%, mas, caso não tenha tempo, vá ao supermercado nos dias em que o hortifruti esteja em promoção;
  • Coma as frutas nos intervalos das grandes refeições. Além do baixo teor calórico, elas reduzem a ansiedade e o desejo de comer fora de hora.

Saladas

 

  • Higienizar as folhas, secá-las e guardá-las na geladeira em um recipiente bem fechado faz com que elas durem mais tempo;
  • Caso tenha um espaço em casa, cultive uma pequena horta com temperos como alecrim, manjericão, salsinha e cebolinha. Além de ter temperos sempre à mão, vai permitir que fuja dos tabletes industrializados que além de caros são ricos em sódio;
  • Utilize as folhas verdes como o espinafre, a rúcula ou a couve na preparação de sucos;
  • Congele os vegetais. Nada de esquecê-los na gaveta da geladeira! Lave-os, corte-os e congele-os em sacos plásticos. Aumenta a durabilidade e isso traz economia.

Proteínas

 

  • Troque a carne vermelha pela carne magra, como o peixe, o frango, o peru e laticínios desnatados. Mas tenha cuidado pois essa é a parte da dieta que pode sair mais cara;
  • Para manter a alimentação saudável com baixo custo, prefira espécies de peixes mais em conta, como sardinha, merluza, tilápia, pescadas e badejo;
  • O atum enlatado também é um aliado da dieta e é possível encontrar nele os mesmos nutrientes da carne vermelha. Além disso, ele auxilia no bom funcionamento do cérebro e do coração;
  • Inclua ovos na dieta. Eles são ricos em proteína, tem baixo teor calórico e ainda auxiliam no combate a doenças cardiovasculares — e podem ser bem baratos se comprados no sacolão.

Carboidratos

 

  • Troque o pão pela tapioca em alguns dias. O trigo está caro e a farinha dura bastante tempo na geladeira. Mas tome cuidado para não colocar recheios muito calóricos ou passando manteiga em excesso;
  • Dê preferência ao arroz integral. Ele custa um pouco mais, no entanto, dá a sensação de saciedade com porções inferiores ao do arroz branco e, por isso, o pacote rende mais;
  • Não tire o macarrão da dieta, mas opte por molhos com vegetais frescos, como, por exemplo, a abobrinha, a berinjela e o brócolis.

Gorduras

 

  • Não utilize azeite para refogar os alimentos, pois as gorduras “do bem” se transformam em compostos tóxicos quando ele é aquecido. Além de cuidar da saúde, você diminui o gasto com esse item;
  • Dê preferência aos óleos de girassol, milho ou canola.

Fazer dieta também é reaproveitar

 

  • Utilize os talos do agrião, beterraba, brócolis e salsa para rechear tortas e fazer patês;
  • As folhas da cenoura são ricas em vitamina A e podem substituir a salsinha na preparação dos alimentos;
  • Utilize a água do cozimento dos legumes para agregar valor nutricional ao arroz, ao macarrão ou junte com leite em pó na preparação de purês;
  • Já a água do cozimento da beterraba pode ser utilizada na preparação de gelatinas vermelhas para um maior valor nutricional;
  • A casca da laranja pode ser caramelizada para comer pura ou utilizada na preparação de biscoitos;
  • Também é possível preparar sucos e chás com as cascas de frutas, como a goiaba ou o abacaxi.

Mercado em expansão

 

Caso não tenha tempo para comprar, higienizar e cortar frutas, legumes e vegetais para sua dieta, é possível encontrá-los prontos para consumo em diversas lojas espalhadas pelo país. O Brasil é hoje o quarto maior mercado para produtos saudáveis no mundo e movimenta cerca de R$ 35 bilhões por ano. A pesquisa é da consultoria Euromonitor que avaliou o desempenho do setor entre os anos de 2009 e 2014. Ela mostrou ainda que 22% da população brasileira prefere alimentos naturais e sem conservantes.

 

O perfil do novo consumidor fez com que as marcas investissem em mais linhas de produtos naturais. Isso é bom para quem é adepto da alimentação saudável e também para quem está pensando em abrir uma pequena empresa.

 

Viu como fazer dieta não precisa doer no bolso? Sabe algum truque para aproveitar folhas, talos e cascas de frutas e vegetais? Deixe aqui seu comentário e conte para nós!

 

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 formas de ganhar dinheiro em 2022
Por Central do Evento
32 gastos que dão direito à restituição do imposto de renda
Por Central do Evento
Consumo responsável: o que considerar
Por Central do Evento
4 dicas para tirar as metas financeiras do papel em 2022
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).