Cuidado com as compras coletivas

Escrito por: - Publicado em: 02/12/2011

Há algum tempo os sites de compras coletivas vem fazendo sucesso e ajudando as pessoas a economizar em produtos e serviços. Os primeiros sites que disponibilizaram esse tipo de vendas continuam sendo sucesso e ajudando vendedores e compradores com ótimos negócios.

Entretanto, esses sites também vem sendo motivo de preocupação e dor de cabeça, principalmente para compradores impulsivos e desinformados.
As pessoas são bombardeadas diariamente com promoções e descontos acima de 50% em muitos produtos e serviços oferecidos por esses sites.

Mas será que vale a pena comprar só por que um produto está sendo vendido com desconto? Claro que não. Porém há milhões de pessoas que visitam esses sites para saber “onde vão economizar dinheiro hoje”.

Só se economiza dinheiro quando há algo necessário, que você já se planejou para comprar e apenas depois disso começou a pesquisar descontos ou preços menores.

É uma situação muito diferente de procurar um produto qualquer num site apenas pelo desconto oferecido. É obviamente um gasto desnecessário e que, mesmo com o desconto, é apenas uma despesa e não uma forma de economizar. Esses compradores acabam gastando muito mais do que gastariam sem usar as compras coletivas, na ilusão de que todo dia estão economizando dinheiro.

 

Outro aborrecimento causado por esse novo tipo de vendas pela internet são as regras de uso dos “cupons” oferecidos. Geralmente os serviços são oferecidos em datas de menor movimento ou pedem agendamento que pode levar muito mais tempo do que o esperado pelo comprador. Ou seja, é preciso ler todas as cláusulas da compra e se informar sobre a loja e o site antes de fechar um negócio desses. É nessas horas que o barato pode sair caro.

 

Há relatos de pessoas que não conseguem agendar o seviço devido a horários inviáveis, ou quando chegam para fazer o serviço ele não é exatamente como o esperado. Estas pessoas têm que ter a consciência de que a relação de compra e venda está respaldada pelo Código de Defesa do Consumidor e qualquer problema pode ser reclamado na justiça. Se algo é anunciado deve corresponder ao serviço e deve ter os horários prometidos na página de divulgação.

 

Por isso, esteja sempre preparado imprimindo essas regras, cláusulas e verificando na internet se há reclamações sobre site e vendedor antes de efetivar este tipo de compra.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 formas de ganhar dinheiro em 2022
Por Central do Evento
Consumo responsável: o que considerar
Por Central do Evento
4 dicas para tirar as metas financeiras do papel em 2022
Por Equipe Organizze
O que é e como fazer uma faxina financeira no início do ano?
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).