Como se planejar para estudar/trabalhar no exterior?

Escrito por: - Publicado em: 26/08/2016

Estudar e trabalhar no exterior é um sonho bastante comum nos dias de hoje. Seja para aprender um novo idioma, se aperfeiçoar nos estudos ou ganhar experiência e dinheiro, se essa é sua vontade, saiba que é possível!

 

O Blog da Rico destaca alguns pontos importantes para você planejar e realizar esse sonho!

 

Para começar é fundamental colocar tudo na ponta do lápis, pesquisar bastante e ter muita paciência – não é do dia para noite que você se planeja para uma decisão dessas.

 

Estudar ou Trabalhar?

Antes de começar o seu planejamento financeiro, defina se o seu objetivo é trabalhar ou estudar.

 

A grande questão é que a maioria dos países exigem um “visto de trabalho” que não é tão simples de conseguir, afinal, você precisa ter o trabalho para dar entrada neste tipo de visto.

 

Para estudar, tudo fica mais fácil. Com o visto de estudante você pode ficar à vontade para estudar e morar legalmente no país escolhido.

 

Mas saiba que há empresas de intercâmbio que oferecem um combo trabalho + estudos. Um dos mais comuns é o Au Pair.

 

Como fazer o planejamento financeiro? Veja algumas dicas práticas!

 

1 – Registre a sua renda mensal, quais são seus custos e quanto consegue poupar para este objetivo todo mês.

 

2 – Pesquise o país (ou países, se tiver mais de uma opção em mente) que deseja ir, selecione o que tiver melhor custo X benefício. Leve em consideração o custo de vida, clima, qualidade da escola, atividades culturais disponíveis na cidade escolhida. Nesta pesquisa você saberá quanto precisa ter para viajar.

 

3 – Sabendo quanto precisa acumular, ajuste seu orçamento e se prepare para cortar os supérfluos. Sim, para realizar grandes objetivos é preciso fazer adaptações. Quando você escolhe fazer algo, também abre mão de algumas coisas.

 

4 – Defina um valor mensal e aplique esse valor em um investimento seguro e que ofereça um rendimento que seja maior que a inflação. Nossa recomendação é aplicar no Tesouro Selic.

 

Dica bônus: Esqueça a poupança, pois ela não tem conseguido superar a inflação e é como se você deixasse seu dinheiro embaixo do colchão.

 

5 – Marque no seu calendário as possíveis datas da viagem. Além de ter uma meta clara e isso te ajudar a poupar, é uma forma de trabalhar a sua mente a favor da realização desse sonho.

 

6 – Faça o investimentos mensal com o mesmo comprometimento que paga a fatura do cartão ou a conta do celular.

 

7 – Procure atualizar seus registros com o investimento que tem feito. Assim, todo mês você vai ver seu dinheiro render e saberá o quão perto está do seu objetivo.

 

E aí? Ficou afim de começar seu planejamento? Clicando no botão abaixo, você tem acesso ao post completo! Boa sorte e boa viagem!

 

Leia mais
Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Consumo responsável: o que considerar
Por Central do Evento
Dicas de planejamento financeiro para viajar
Por Meu Patrimônio
O brasileiro e sua relação emocional com as finanças
Por Meu Patrimônio
3 dicas de mudança de comportamento para iniciar uma educação financeira
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).