Barras de ouro valem mais do que dinheiro?

Escrito por: - Publicado em: 24/08/2017

Em algum momento da vida você já deve ter visto o Silvio Santos dizendo que premiaria os participantes de seus programas televisivos com “barras de ouro que valem mais do que dinheiro”, certo? Mas será que o dono do Baú da Felicidade tem razão?

 

Raro e precioso, o ouro é um elemento que se destaca na tabela periódica porque é um metal que não sofre corrosão e nem oxidação com o tempo, além de não perder o brilho nunca. Graças a essas características, desde os tempos mais antigos é considerado uma riqueza para quem o possui em quantidade. No século 5 a.C, por exemplo, apenas os monarcas podiam ter ouro na Grécia.

 

No entanto, quando falamos em investimentos, é preciso analisar de forma racional se o ouro realmente vale mais do que dinheiro atualmente. De acordo com especialistas, o ouro é mais indicado para investidores conservadores, que buscam por investimentos à moda antiga, não se tratando de uma boa opção para quem procura por rendimentos maiores e tem pouco dinheiro para investir.

 

Leia mais: Entenda a importância de definir seu perfil de investidor

 

Segundo os dados das cotações de Nova York e Londres, que são as responsáveis por determinar o valor do metal precioso, o valor do ouro grama, atualmente, é de R$ 129.

 

Quer saber se barras de ouro valem mais do que dinheiro? Confira todas as dicas e informações que temos para você nesse artigo!

 

Veja abaixo:

 

→ As vantagens e desvantagens das barras de ouro comparadas a outros investimentos

 

De acordo com experts em economia, de forma geral, é preciso analisar a economia dos Estados Unidos e da Europa para decidir se realmente vale a pena investir em ouro nesse momento. É preciso estar atento, sobretudo, às informações sobre emprego e crescimento, que são determinantes no valor do metal precioso.

 

A vantagem do ouro é que ele vale mais nos períodos de crise na economia e não oferece risco ao investidor durante esse tempo. Com a crise de 2009 que afetou diversos países europeus, por exemplo, muitos investidores que perceberam os indicativos dessa crise em 2007 tiveram ganhos extraordinários nos anos seguintes, enquanto a maioria das pessoas que tinham investindo em outras aplicações viam o seu dinheiro indo embora.

 

No entanto, atualmente esses países já conseguiram se estabilizar e investir em ouro pode não ser a melhor opção, já que não é possível lucrar muito com os rendimentos provindos das cotações do metal. Além disso, não se trata do melhor tipo de investimento para quem tem pouco dinheiro para aplicar, visto que é preciso ter pelo menos R$20 mil para comprar uma barra de 250 gramas.

 

Outros investimentos, como o Tesouro Direto, podem ser mais indicados para quem quer começar a investir, já que proporcionam rendimentos maiores em comparação ao ouro. Pode-se dizer que em 2015, quando o metal precioso valorizou em 30%, valeu a pena investir em ouro, mas em 2017 há opções melhores para quem não está preso ao conservadorismo.

 

→ Benefícios do dinheiro comparado ao ouro

 

Como você pôde notar no tópico anterior, o ouro é um tipo de investimento que vale mais a pena quando você está buscando por proteção e segurança em tempos de crise devido às variações do dólar, haja vista que investir no metal precioso é algo que não gera renda e não cobre os juros.

 

Dessa forma, o maior benefício do dinheiro é que ele pode valer mais que o ouro caso você opte por certos tipos de investimentos. Se hoje você investisse R$ 50 mil no Tesouro Direto do IPCA, por exemplo, seria possível lucrar R$ 4 mil ao longo de 12 meses. Porém, se você investir o mesmo valor em ouro, não terá rendimento algum, visto que os investimentos em ouro não geram rendimentos mensais ou trimestrais.

 

→ Cuidados ao armazenar o ouro

 

Se, por algum motivo, você pretende investir em ouro, é essencial que você saiba como armazenar as suas barras de ouro de forma segura para não correr riscos desnecessários.

 

Vale ressaltar que, para comprar ouro você não deve ir até joalherias ou comércios do tipo, como muita gente pensa, mas, sim, ir até instituições bancárias ou na BM&FBovespa (bolsa de valores do Brasil), que são responsáveis pelos investimentos em ouro. Outra opção, para quem não quer investir muito dinheiro, é comprar lingotes (pequenas barras de ouro) pela internet, através do “mercado do balcão” formado por diversas corretoras.

 

Depois de comprar as barras de ouro, a dica é para que você armazene o metal precioso em casas especializadas em segurança, uma vez que sair com essas barras pelas ruas é algo extremamente perigoso, da mesma forma que armazenar o metal precioso em um cofre dentro de casa pode ser algo totalmente inseguro, já que torna o local mais vulnerável a assaltos e roubos.

 

Analise se investir em ouro é a melhor opção para o seu perfil de investidor e busque sempre por casas especializadas em segurança para guardar as barras. Dessa forma, você fica apenas com o certificado dos seus bens e não precisa se preocupar com roubos e furtos, uma vez que essas empresas ganham para manter o seu dinheiro em segurança!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Tesouro Direto: confira 3 dicas para investir nesta modalidade!
Por Equipe Organizze
Investimento para iniciantes: 3 dicas que vão te ajudar!
Por Equipe Organizze
3 armadilhas de investimentos: pirâmide, esquema Ponzi e bolha financeira
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
Como avaliar a rentabilidade dos investimentos
Por Luiz Roberto Brem de Almeida
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).