Atenção! O dinheiro pode estar controlando sua vida

Escrito por: - Publicado em: 17/05/2017

Acordar cedo, tomar café, se arrumar correndo e ir trabalhar faz parte da rotina da maioria da população brasileira.

 

Essa rotina as vezes é bastante cansativa, mesmo para quem está sem emprego e buscando uma oportunidade.

 

Essa correria toda é o que a sociedade espera de você e tem como definição de empregado padrão e satisfeito.

 

E nessa rotina maluca você acaba nem percebendo que os dias estão passando mais rápido, que as notícias mudam antes de você saber delas, que é difícil acompanhar a nova moda e nessa confusão toda você não arruma nem tempo para fazer o que realmente quer.

 

Muitos apontam uma única justificativa para esse problema: o dinheiro.

 

Sim, parece óbvio colocar a culpa no dinheiro, afinal essa é uma desculpa universal, ninguém crucifica você por não ir a algum lugar por estar sem grana, mas a grande verdade é que o erro está em “como” administramos nosso dinheiro, é aí que mora o perigo.

 

Certa vez, em um treinamento sobre investimentos que fiz, o palestrante falou a frase clássica que abre a mente das pessoas “não trabalhe para o dinheiro, faça ele trabalhar duro para você” e é a partir do entendimento desse conceito que você abrirá sua mente em relação ao dinheiro.

 

Sair da zona de conforto não é fácil

 

É como nesse artigo que escrevi um tempo atrás, somos educados a pensar de uma maneira e normalmente essa forma de pensar segue o pensamento da grande maioria das pessoas que não sabem administrar sua própria grana.

 

Correr atrás do dinheiro sem propósito, objetivos ou metas, faz com que você entre para o grupo da “corrida dos ratos” onde o sistema toma conta de você e acaba nem percebendo, mas suas contas aumentam em uma proporção maior que seu salário.

 

O senso comum nos coloca na zona de conforto e é difícil mudar essa mentalidade de uma hora para outra, e a grande lição é entender que ao fazer o dinheiro trabalhar para você, se ganha tempo, e isso é o seu bem mais valioso.

 

Falar sobre dinheiro ainda é um tabu para muitas pessoas e é provável que se você começar um assunto desses em um churrasco, seja taxado como o “chato” da galera.

 

Poucas pessoas tem o hábito de falar sobre dinheiro, o que é errado, já que o dinheiro faz parte da vida de qualquer pessoa economicamente ativa. Ter conhecimento e entender que finanças é um assunto importante na vida das pessoas pode salvar relacionamentos e famílias, muitas vezes a partir de uma simples conversa.

 

Não seja um eterno aprendiz

 

Com a internet podemos estudar de tudo e “dinheiro” não está fora dessa lista, é fácil encontrar conteúdos em livros, vídeos, blogs, etc. E é bem importante se preparar para não errar, porém, mais importante do que estudar é colocar em prática o que aprende na teoria.

 

Ás vezes aprender com alguém da sua família ou pessoa próxima a você seja mais interessante do que aprender com o consultor financeiro super mega famoso. Essa pessoa próxima pode te dar algumas dicas simples que você pode aplicar hoje mesmo, entende?

 

O estudo é realmente muito importante, tanto que criei o curso Meu Bolso Azul – Educação Financeira (clique para mais detalhes) que ajuda quem quer administrar melhor suas finanças, mas até mesmo no curso falamos que a grande questão é colocar em prática, só assim você irá aprender de verdade.

 

Seu pagamento é prioridade

 

Para que você não se torne escravo do dinheiro, uma das dicas é separar uma parte de seu salário para investir, assim que receber.

 

Essa quantia ficará a seu critério e poderá ser 10%, 20% ou até 50%, o quanto conseguir poupar sem comprometer sua qualidade de vida. Sim, no começo será mais complicado mesmo, pois talvez você ainda não tenha o hábito de guardar dinheiro.

 

Todos os maiores investidores e empreendedores do planeta, começaram com esse pequeno (e difícil) passo de separar o dinheiro. E essa atitude possibilitou que eles começassem uma caminhada bem-sucedida em relação ao dinheiro.

Comece devagar

 

Toda mudança de pensamento ou hábitos exige atenção, no começo vai ser mais difícil ainda pois nem todo mundo que você gosta irá te apoiar pois você estará fugindo do senso comum, do padrão que a sociedade impõe.

 

As pessoas se incomodam apenas pelo fato de saber que você está fazendo diferente delas, mesmo que isso não afete em nada a vida delas. Quando elas descobrirem que você encontrou um jeito simples de alcançar seus objetivos e sonhos pode ter certeza que muita gente irá te criticar.

 

Caminhe devagar, degrau por degrau e comece hoje mesmo a mudar a maneira como pensa sobre dinheiro, você não precisa ser escravo do dinheiro e ele pode trabalhar você.

 

Grande Abraço.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 formas de ganhar dinheiro em 2022
Por Central do Evento
32 gastos que dão direito à restituição do imposto de renda
Por Central do Evento
Consumo responsável: o que considerar
Por Central do Evento
4 dicas para tirar as metas financeiras do papel em 2022
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).