Afinal, qual é o melhor momento para começar a investir?

Escrito por: - Publicado em: 04/04/2017

A população brasileira normalmente pensa que os investimentos são diretamente ligados à preocupação com a aposentadoria e a vida na terceira idade. Esse tipo de pensamento está se tornando cada vez mais defasado.

 

Começar a investir é uma ótima maneira de aplicar suas economias. Os investimentos demandam um planejamento cuidadoso e contínuo. Não adianta nada realizar aportes esporádicos de valores irregulares, pois eles se tornam inexpressivos na sua carteira de ativos.

 

Obviamente, é melhor poupar qualquer valor do que não poupar nada. Porém, quanto mais cedo a pessoa começar a guardar dinheiro, maior será seu retorno, uma vez que o tempo é um dos principais fatores de sucesso.

 

Após entrar no mundo dos investimentos, é bom estar ciente de que eles passarão a fazer parte de sua vida e de sua gestão financeira, se tornando uma “despesa constante” em seu orçamento. Definir quando se deve começar a investir é uma decisão extremamente importante. Você deve estar pensando agora: afinal, qual é o melhor momento para começar a investir? Confira a resposta abaixo!

 

Quitar suas dívidas

 

Antes de pensar em investimentos e suas respectivas rentabilidades, é fundamental que você quite todas as suas dívidas. O bom estado da saúde financeira pessoal é primordial para se iniciar suas aplicações.

 

Não adianta nada poupar R$5 mil na caderneta de poupança, com juros de 0,5% ao mês e estar devendo o mesmo valor no mercado, com juros de 10% ao mês. Você não estará guardando dinheiro, mas sim perdendo, pois o rendimento da poupança será ínfimo perto do montante de juros a ser pago.

 

É aconselhável que você quite todas as suas dívidas, em vez de fazer o que muitas pessoas fazem: poupar uma parte da renda para investimento, mesmo estando endividado. O correto a ser feito é sanar seus débitos o mais rápido possível, para poder destinar toda a sua atenção para as opções de investimento e suas particularidades, tendo certeza que o seu dinheiro está se multiplicando.

 

Reservar para emergências

 

Quitar as dívidas não é o único passo que deve ser realizado antes de iniciar seus investimentos. É necessário também criar uma reserva para possíveis imprevistos e problemas financeiros.

 

Em caso de necessidades inesperadas, como desemprego, uma doença na família, um acidente grave, ou mesmo a troca de um eletrodoméstico (devido à obsolescência programada), é fundamental que você tenha uma reserva estratégica para conseguir arcar com esses custos sem precisar retirar o seu dinheiro das aplicações realizadas.

 

Os adeptos dessa ação costumam guardar um valor considerável, equivalente a 6 meses de salário. Apesar de ser um alto valor, ele será extremamente útil caso aconteça alguma “tragédia” em sua vida. O comum é utilizar-se da caderneta de poupança para essa reserva, uma vez que essa modalidade incorre de rentabilidade e não está passível de tarifas bancárias.

 

Começar a investir

 

Agora que você saiu do vermelho, está com a sua gestão de finanças no azul e possui uma reserva de emergência para os imprevistos que a vida gera, é possível iniciar os investimentos da melhor forma. No entanto, o ideal é fazê-lo a partir de uma renda mensal fixa.

 

A vantagem de ter uma renda mensal fixa é planejar seu orçamento para realizar aportes constantes em vez de esporádicos. Dessa forma, a sua estimativa de custo mensal englobará todas as despesas fixas (aquelas contas que são pagas todos os meses, como água, luz, internet, entre outras), as despesas variáveis (aquelas que não são tão recorrentes) e os aportes para seus investimentos.

 

Atuar com conhecimentos de gestão financeira em sua vida pessoal trará diversos benefícios. Além de planejar seus gastos e investimentos, será possível que você consiga avaliar qual o melhor investimento a ser realizado naquele momento, sem escolher qualquer opção por falta de tempo e dinheiro. Pense nisso!

 

Planejar o Investimento

 

O tempo será seu melhor amigo para se obter bons rendimentos e ser um investidor de sucesso. Os investimentos em longo prazo são os que apresentam os melhores rendimentos e que deixam os investidores extremamente satisfeitos.

 

Acompanhe o raciocínio: vamos supor que a partir de sua renda mensal fixa seja possível poupar apenas R$1.000,00 por mês. Se você encontrar uma aplicação com rendimentos de 15% ao ano e deixar o dinheiro investido por 30 anos, o montante final seria, nada mais nada menos que incríveis, R$5.566.558,64.

 

Isso mesmo, mais de R$5 milhões de reais em 30 anos. Portanto, planeje-se, verifique as melhores rentabilidades do mercado e aposte no longo prazo. Fazendo isso, suas economias se multiplicarão e você sairá extremamente bem-sucedido nesse quesito.

 

Investir no conhecimento financeiro

 

A maior parte da população brasileira não tem grandes conhecimentos sobre investimentos. A grande maioria só sabe da existência da poupança, desconhecendo outras modalidades como o Tesouro Direto, CDBs, LCIs, LCAs e o funcionamento do mercado de ações.

 

Como citado, a poupança tem pequenos rendimentos, estando abaixo da inflação, inclusive. Existem títulos públicos que pagam 5% a mais que a poupança e ainda são considerados de baixo risco. Você sabia disso?

 

É fundamental que você comece a investir no conhecimento financeiro. Aquela máxima de que as finanças são extremamente complicadas e impossíveis de se entender é coisa do passado. Já existem aplicativos com funcionalidades para facilitar toda a gestão financeira e te ajudar no momento de investir seu dinheiro.

 

Além de entender sobre os principais tipos de investimentos disponíveis no mercado, o conhecimento financeiro permitirá que você possa diversificar suas aplicações, buscando sempre a maior rentabilidade possível.

 

É válido ressaltar que apostar todas as suas fichas numa única opção não é certo. O ideal é diversificar os investimentos, se prevenindo das oscilações do mercado e possíveis variações cambiais. A diversificação é um dos segredos de sucesso de grandes investidores, como Warren Buffet, Benjamin Graham e Carl Icahn.

 

Definir o melhor momento para começar a investir é primordial para o seu sucesso. Como já elencado, quanto mais cedo, melhor. Deixe os juros compostos fazer o trabalho duro para você e curta os rendimentos!

 

Invista no conhecimento em finanças para poder maximizar seus ganhos e, quem sabe, se tornar rico por meio de atitudes simples no dia a dia. Quer começar a estudar e aprimorar seus conhecimentos de uma vez? Que tal conhecer 5 livros sobre finanças para você ler agora? Não perca essa oportunidade!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 formas de ganhar dinheiro em 2022
Por Central do Evento
32 gastos que dão direito à restituição do imposto de renda
Por Central do Evento
4 dicas para tirar as metas financeiras do papel em 2022
Por Equipe Organizze
Tesouro Direto: confira 3 dicas para investir nesta modalidade!
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).