8 dicas para juntar dinheiro em curto prazo

Escrito por: - Publicado em: 09/03/2016

Com um bom planejamento e esforços diluídos ao longo do tempo, é certo que você vai conseguir juntar dinheiro. O problema é que, muitas vezes, você não pode esperar para ter um orçamento mais recheado. Felizmente, com algumas atitudes você pode ter um cenário favorável, e a disciplina é parte fundamental do processo. Para garantir o seu sucesso nessa empreitada, fique por dentro das nossas dicas para juntar dinheiro em curto prazo!

 

Estabeleça seus objetivos

 

O fato de você precisa juntar dinheiro em pouco tempo normalmente se deve a necessidades bastante específicas — comprar um produto, fazer uma viagem ou quitar algumas dívidas e sair do vermelho.

 

Por ter pouco tempo para levantar o dinheiro desejado, é necessário fazer um bom planejamento, e ele começa com a definição de objetivos. Coloque na ponta do lápis o quanto você quer juntar e em quanto tempo.

 

Pesquise antes de comprar

 

Para juntar dinheiro em curto prazo também é necessário fazer uma série de adaptações na rotina para conseguir economizar onde for possível. Quando for fazer compras — independentemente do produto — sempre pesquise antes de comprar.

 

Seja fiel ao seu bolso e pesquise produtos mais em conta. Em alguns casos, a diferença no preço pode chegar a um valor de até 600%. Quanto mais você pesquisar, mais oportunidades de realizar boas compras por preços menores surgirão.

 

Peça descontos

 

Nem sempre o preço do caixa é o preço que o estabelecimento está disposto efetivamente a cobrar pelo produto. Muitas vezes ele poderia ser vendido por um preço de 5 a 10% menor, mas é óbvio que isso não é de interesse dos estabelecimentos comerciais.

 

Mas como conseguir esse desconto? Simples: pedindo. Pechinchar é uma boa maneira de negociar um preço e conseguir uma economia importante.

 

Seja menos impulsivo

 

Falando em compras, é importante que você se lembre que, mesmo que o preço seja mais conta ou com desconto, ainda assim é um gasto. Por isso, juntar dinheiro em curto prazo também exige que você compre somente aquilo que é realmente necessário.

 

Para que isso seja possível, a impulsividade deve ser combatida, como aquele desejo de aproveitar a liquidação só porque tudo está mais barato. Em geral, preferir compras à vista ajuda a fazer essa reprogramação da mente — ao ver o dinheiro saindo da sua carteira, maiores são as chances de que você se controle.

 

Escolha investimentos de curto prazo

 

Somente economizar não vai fazer com que você construa o seu patrimônio em pouco tempo. Para que isso aconteça, é preciso que o dinheiro trabalhe para você, e é justamente para isso que servem os investimentos.

 

Será preciso escolher os de curto prazo e, principalmente, os que apresentam boa liquidez. Nesse caso, uma das melhores opções é o Tesouro Direto LFT. Atrelado à Selic e com prazo máximo de 2 anos, você poderá retirar esse investimento quando quiser sem perder nada. Nesse caso, você receberá valores proporcionais ao tempo de investimento.

 

Investir em Certificados de Depósito Bancário (CDB) de bancos médios também é uma possibilidade com excelente rentabilidade. Títulos com lastro como LCI e LCA possuem liquidez que varia de 3 a 24 meses, com bom rendimento e garantia para investimentos de até R$ 250 mil.

 

Alguns bancos também oferecem fundos de investimentos que são atrelados ao CDI, assim como o CDB, e que possuem curto prazo de resgate. Para uma diversificação da carteira, essa pode ser uma boa opção.

 

Prefira investir pequenos valores

 

A menos que você já tenha um valor acumulado, se ficar esperando juntar uma boa quantia para investir, todo o processo vai demorar. Como você tem pressa em juntar dinheiro, a dica é é investir pequenos valores.

 

O Tesouro Direto, por exemplo, permite investimentos a partir de R$ 30,00. Embora uma quantidade menor não vá ter tantos rendimentos quanto uma grande quantia, ela é mais fácil de ser investida e começa a render praticamente de maneira imediata.

 

Controle as finanças

 

Não adianta investir e não saber o quanto recebeu. Também não adianta economizar no cotidiano sem saber qual é o impacto no seu orçamento.

 

Por isso, é indispensável manter as finanças sob controle, como ao registrar entradas e saídas de valores ao longo dos dias. Além de evitar gastos desnecessários, isso também permitirá que você se planeje melhor.

 

Reinvista parte dos recebimentos

 

Não menos importante, deve-se prestar atenção extra aos recebimentos dos investimentos. Reinvista parte dos deles de modo a garantir que o seu dinheiro continue rendendo. Caso o investimento forneça rendimentos mensais, por exemplo, aplique tudo aquilo que não for estritamente necessário para o seu orçamento.

 

Caso seja necessário resgatar todo o valor ao final de um determinado período, reserve parte do dinheiro para continuar investido — assim você sempre terá uma reserva financeira a qual recorrer.

 

Agora que você já leu as nossas dicas para juntar dinheiro em curto prazo, conheça nesse post 3 itens indispensáveis ao avaliar investimentos e faça a melhor escolha!

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

7 dicas para ensinar educação financeira para as crianças
Por Central do Evento
Como fazer uma lavanderia bonita e barata? Confira 5 dicas infalíveis
Por Central do Evento
5 formas de ganhar dinheiro em 2022
Por Central do Evento
32 gastos que dão direito à restituição do imposto de renda
Por Central do Evento
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).