6 fatos sobre a Copa do Mundo que influenciam diretamente no seu bolso

Escrito por: - Publicado em: 09/06/2014

Que a Copa do Mundo é um dos eventos mais esperados pelos amantes do futebol, não se tem a menor dúvida. E, cá entre nós, no Brasil, 10 entre 10 brasileiros são apaixonados pelo esporte de Pelé, Zico, Neymar e tantos outros nomes que fizeram e fazem história nos estádios do nosso país e do mundo a fora. Porém, por mais que seja super aguardado, o evento, que neste ano será realizado aqui mesmo, pode influenciar negativamente no seu bolso! Convidamos você a entrar em campo conosco para conferir as 6 maneiras de isto acontecer. Olho no lance para evitar impedimentos no seu orçamento familiar!

 

1 – Viajar ficou mais caro

 

Quem já adquiriu passagens de avião para visitar aquele parente de longe nas férias de julho (a Copa do Mundo de 2014 vai até 13 de julho), sentiu no bolso o baque. Se o destino for alguma das capitais selecionadas a receber jogos do mundial, é preciso muito planejamento e economia.

Segundo o Diário do Nordeste, as tarifas para ver o jogo do Brasil em Fortaleza estão entre as mais caras. O turista que vai de São Paulo até a capital cearense vai gastar cerca de R$ 833,00 com passagens de ida e volta. Já de Natal, os bilhetes ficam em torno de R$ 734,00. O valor fica ainda mais caro quando se simulam viagens partindo de Porto Alegre (R$1.215,00); de Cuiabá (R$ 1.484,00); do Rio de Janeiro (R$1.493,00) e de Belo Horizonte (R$1.425,00).

 

Então, já sabe: melhor deixar a visita pra depois, para não comprometer o caixa pessoal e garantir o placar positivo nas suas finanças.

 

2 – Dormir e se alimentar: artigo de luxo!

 

Assim como o custo de vida é automaticamente mais elevado em cidades turísticas nas altas temporadas, se hospedar e se alimentar irão demandar mais recursos dos turistas durante a Copa do Mundo, nas cidades-sede das partidas. Esta é uma condição natural, já prevista antes mesmo de o Brasil ser eleito para receber o Mundial em 2014. O evento movimenta a economia local, a exemplo do que já ocorreu em cidades de outros países-sede da competição: elevam-se os custos com alimentação, locomoção e hospedagem. Isto porque a realização de um evento desta proporção requer mais opções de atendimentos e serviços em geral (restaurantes, taxis, hotéis) e, quando a demanda é maior do que a oferta, naturalmente os preços tendem a subir.

 

Se você não puder evitar de ir até as cidades que sediarão os jogos, ou se tiver mesmo a intenção de visitá-las durante a Copa do Mundo, busque alternativas: hospedagem em albergues ou em casas de amigos, pesquisa por restaurantes mais populares mas igualmente bem servidos. Assim, você não deixará de fazer a sua programação e manterá o seu bolso na defensiva, protegido contra qualquer falta grave.

 

3 – Cuidado com as armadilhas: souvenirs em verde e amarelo

 

Fala a verdade: quando chega o Natal a gente tem o costume de adquirir enfeites, roupas novas e lembranças da data, não é? Da mesma forma, quando se aproxima um evento de grande porte como a Copa do Mundo, a vontade é de sair enchendo a casa de artigos em verde e amarelo, e comprar os objetos característicos, como balões, bandeirolas e buzinas, para assistir aos jogos munidos de muito barulho e animação. Concorda?

 

A indústria do consumo está mesmo preparada para isto: na TV, o que mais se veem são anúncios de roupas para ‘entrar no clima’ da Copa, de enfeites em geral sobre os jogos e souvenirs para torcer nos dias de disputas. Neste momento, pare e pense: você pode participar da torcida com a camisa da seleção que você usou no último mundial, não pode? Afinal, se o evento acontece de 4 em 4 anos e você só se veste assim durante a sua realização, certamente o seu uniforme da sorte estás intacto e pronto para ser reutilizado!

 

Fique atento quanto à compra por impulso, de artigos que com certeza você não irá mais utilizar após o mês de realização da Copa do Mundo. Olho no consumismo e atenção aos gastos em excesso! Não deixe os supérfluos entrarem em campo!

 

4 – O encontro da turma pode ser mais comedido

 

Família brasileira geralmente tem disso: tudo é motivo para reunir a turma, fazer aquele churrasco, ou um grande café, com tudo o que se tem direito (ou se acha que tem). Aí, quando se dá conta, reúnem-se 30, 40 pessoas em casa, torcendo e bebendo; assistindo e petiscando.

 

Como tudo na vida, desde os pequenos encontros até os maiores eventos precisam de planejamento para que as coisas não fujam do controle! Se a intenção é reunir os amigos ou a família para assistir aos jogos, é preciso um acordo entre os participantes: definam a quantidade de pessoas que irão comparecer e também quem levará o que, para que todos aproveitem o mês de jogos, sem prejuízo para nenhum lado.

 

Não caia na tentação costumeira do brasileiro, de pensar “mas é só hoje, é só desta vez, é só agora”. Quando você se der conta, pode ter percebido um rombo no seu orçamento, entre uma compra de bebidas e outra.

 

Aproveite a parceria que naturalmente existe entre os seus amigos, ou mesmo a sua família, para conversarem sobre os jogos da Copa do Mundo, e se organizarem quanto às responsabilidades de cada um, para que todos curtam da melhor forma possível o evento – e jogando para escanteio qualquer excesso imprevisto.

 

5 – Muito critério na hora de comprar a TV nova

 

É comum que as empresas de produtos e serviços específicos se favoreçam com a realização de um evento relacionado ao seu nicho de negócio.

 

De acordo com o presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), há a expectativa de se venderem 16 milhões de TVs neste ano de Copa do Mundo! Em 2010, quando o Mundial foi disputado na África do Sul, os brasileiros compraram 12,2 milhões de aparelhos.

 

Aproveite a oferta de produto para pechinchar pelo melhor preço! Fique de olho nas oportunidades: os aparelhos que não são novidade no mercado, mas oferecem igual qualidade, podem ser uma opção interessante para assistir aos jogos, sem pesar tanto no bolso.

 

Também, os preços dos televisores costumam cair após a realização do mundial, a exemplo de anos anteriores. Analise se este é o seu melhor momento financeiro para adquirir a TV nova pra sala, ou se ela pode esperar para depois de julho.

 

Outra alternativa é observar os preços das TVs ofertadas na internet. Pesquise diariamente, já que muitas lojas virtuais costumam realizar promoções relâmpago. Aproveite as ofertas instantâneas e garanta um negócio a favor do seu time!

 

6 – Repense os valores do bolão

 

Bolão do trabalho, da faculdade…bolão da família. Em todos os grupos sociais, costuma-se fazer um bolão da Copa. É uma atividade divertida, que envolve as pessoas e as mantém em contato durante e após a realização deste grande evento. Porém, lembre-se: pequenos gastos comprometem o orçamento, ainda mais se eles não estiverem previstos nas finanças do mês. Se você gastar R$ 50,00 em cada bolão que participar, por exemplo, o prejuízo pode ser significativo ao juntar o valor investido em cada um deles ao final da Copa, sobretudo se você não tiver se planejado financeiramente para isto!

 

Sabe-se que os problemas com dinheiro estão em grande parte relacionados com mal planejamento dos gastos, que começam com pequenas compras e aquisições.

 

Não arrisque! Você não precisa deixar de participar da programação do seu círculo de amigos e familiares; basta de planejar e investir quantias menores nas apostas. Caso contrário, você estará cometendo penalidade máxima com as suas economias!

 

Fala a verdade: você já praticou algum destes deslizes antes mesmo de o mundial começar? É assim mesmo, quando percebemos já pisamos na bola com as nossas finanças. Mas ainda dá tempo de se segurar para não realizar outros gastos desnecessários. Tenha cautela e divirta-se nesta Copa; curta ao máximo o Mundial driblando os excessos.

Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

Consumo responsável: o que considerar
Por Central do Evento
O que é e como fazer uma faxina financeira no início do ano?
Por Equipe Organizze
Black Friday: como economizar com compras para casa?
Por Viva Decora
Dicas de planejamento financeiro para viajar
Por Meu Patrimônio
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).