5 hábitos ruins com dinheiro (e como abandoná-los agora)

Escrito por: - Publicado em: 03/03/2017

Tem atitude que você nem se dá conta, já tá até na sua rotina. Mas no fim do mês dá uma diferença danada no orçamento. Tá na hora de cortar os gastos desnecessários e focar no controle!

 

O site Finanças Femininas fez uma lista de hábitos ruins que você pode ter com o dinheiro. Se você comete algum deles, a hora de deixá-los para trás chegou!

 

1) Gastar para suprir necessidades emocionais

 

Usar as compras para lidar com os altos e baixos da vida é bastante comum. Muita gente tem o costume de usar a desculpa do “hoje eu mereço gastar” sempre que as coisas não saem como o esperado. Para não acabar com contas que não pode pagar – e diversos itens desnecessários no armário – é importante ter consciência de que necessidades emocionais não são solucionadas com aquisições materiais. Este texto traz dicas que podem ajudá-la a eliminar as compras por impulso no seu dia a dia.

 

2) Emprestar dinheiro

 

Ver amigos ou familiares passando por um momento financeiro ruim pode ser muito difícil. Nessas situações, é comum querer estender a mão e ajudar com um empréstimo. Antes de tomar essa decisão, entretanto, é preciso compreender que essa atitude pode prejudicar tanto a sua conta bancária, quanto o relacionamento de vocês.

 

Por isso, é importante avaliar cada situação em particular e ter cautela nas suas escolhas. Se realmente decidir emprestar a quantia, certifique-se de que o valor não fará falta e tenha consciência de que o tomador nem sempre poderá devolvê-lo no prazo combinado.

 

3) Comparar a sua situação financeira a dos outros

 

Medir o seu sucesso financeiro comparando aquilo que tem com a casa ou carro do vizinho é a receita para se sentir insatisfeita. Isso acontece porque há uma grande cilada nesse pensamento: quando se trata de dinheiro, sempre é possível ter mais. Então, se a sua felicidade for baseada nas aquisições de outras pessoas, você provavelmente viverá com um sentimento de insuficiência.

 

Para não cair nesse engano, é preciso entender que cada pessoa tem suas prioridades e toma as suas decisões financeiras. Foque nos seus próprios sonhos, viva de acordo com o seu padrão de vida e trace metas. Assim, quando alcançá-las, poderá realmente sentir-se orgulhosa do que conquistou.

 

4) Gastar tudo o que ganha

 

Gastar tudo o que ganha é, de fato, menos prejudicial do que gastar mais do que ganha. Mas, ainda assim, conduzir as suas finanças sem deixar nenhuma “sobra” é um grande erro.

 

Poupar mensalmente e investir esse dinheiro é crucial para conquistar os seus sonhos. Sem essa “gordura” você não terá recursos para planejar uma festa de casamento, comprar um apartamento ou fazer uma viagem legal no fim do ano. Uma dica para abandonar o hábito de consumir todo o salário é traçar metas de curto, médio e longo prazo e focar na satisfação que terá quando alcançá-las. O ideal é que você guarde 20% da sua renda líquida. Se for difícil fazer isso no começo, comece separando 5%, depois 10% e vá aumentando o percentual de reserva gradativamente.

 

Clique no botão abaixo e confira a matéria completa.

Leia mais
Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 formas de ganhar dinheiro em 2022
Por Central do Evento
32 gastos que dão direito à restituição do imposto de renda
Por Central do Evento
4 dicas para tirar as metas financeiras do papel em 2022
Por Equipe Organizze
4 dicas para criar um fundo de emergência
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).