3 formas de autossabotar suas finanças

Escrito por: - Publicado em: 04/10/2015

O site Exame destacou alguns erros muito comuns quando falamos de vida financeira. Você já tomou algum empréstimo para financiar a faculdade ou o intercâmbio do seu filho? Já refinanciou um imóvel sem motivos realmentes importantes? Acredite, estas podem ser atitudes de autossabotagem para suas finanças.

 

A melhor forma de evitar possíveis dores de cabeça e atingir objetivos financeiros, é planejar gastos, poupar e entender que optar por saídas cômodas pode ter um custo muito maior do que se imagina.

 

Veja a seguir 3 maneiras comuns de autossabotar seu futuro financeiro:

 

1 – Ter um padrão de vida superior à sua renda

Gastar mais do que se ganha para ostentar um estilo de vida incompatível com a renda gera estresse e dívidas.  A única saída para essa situação é adaptar o orçamento à sua realidade financeira.  É sempre recomendável gastar menos do que se ganha e guardar um porcentual da renda todos os meses. Somente poupando e investindo o dinheiro, seja em uma aplicação financeira ou em educação, será possível melhorar o padrão de vida de forma sustentável.

 

2 – Viver endividado

Empréstimos no cheque especial, no crédito rotativo do cartão e no crédito pessoal devem ser vistos sempre como uma solução temporária, utilizada em caso de emergência. As taxas de juros cobradas nesses tipos de empréstimos são altas e chegam a bater os 395% ao ano, como no caso do crédito rotativo, o que faz com que a dívida se multiplique rapidamente. Por isso, deve-se evitar o uso desses recursos, já que qualquer gasto imprevisto pode tornar a dívida uma bola de neve.

Viver endividado é um sinal nítido de falta de organização financeira. Cuidado!

 

3 – Refinanciar o imóvel por motivos fúteis

Buscar a linha de refinanciamento do imóvel para realizar grandes compras ou arcar com despesas como uma festa de casamento, por exemplo é extremamente desaconselhável. O refinanciamento do imóvel é apenas indicado para quitar uma dívida de grande valor ou levantar dinheiro para ser utilizado em um projeto de empreendedorismo caso o consumidor esteja desempregado ou com dificuldade para aumentar a sua renda. Ainda assim, o pagamento desse empréstimo deve ser extremamente planejado para evitar qualquer problema no pagamento das parcelas.

 

Pequenas atitudes podem ser suficientes para arruinar as finanças. Tenha cautela em todas as decisões que tomar e sempre, pense no futuro.

 

Leia mais
Categorias:

Achamos que você vai gostar desses posts, também.

5 formas de ganhar dinheiro em 2022
Por Central do Evento
32 gastos que dão direito à restituição do imposto de renda
Por Central do Evento
Consumo responsável: o que considerar
Por Central do Evento
4 dicas para tirar as metas financeiras do papel em 2022
Por Equipe Organizze
Sinta a felicidade de estar no controle de suas finanças

Cadastre-se grátis, e veja sua vida financeira mudar a partir de hoje.

Organizze

Faça como mais de 50 mil organizzados! Receba GRÁTIS em seu email centenas de artigos e dicas para manter suas finanças em ordem (e a newsletter mais legal do Brasil!!).